sexta-feira, novembro 08, 2013

A loja do Laurindo



video


Situada na rua Garrett, em Peniche, esta loja foi até o dono abandonar este mundo, o que hoje chamamos comércio de proximidade, para a minha geração era um ponto de encontro, o local que estava aberto fora de horas, quando nos faltava uma caixa de fósforos, ou que se acabou o gás.


Nos anos 60 do século passado, era também no Laurindo que as nossas mães se iam aviar, comprar o petróleo para os candeeiros, ainda me lembro do cheiro a café, que era moído na maquina, e embalado num cartucho de papel, é uma parte da nossa vida que desaparece, que nenhum hipermercado pode substituir



Paz a sua alma.  

2 comentários:

adelino ramos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
adelino ramos disse...

bem me lembro da loja do Laurindo até parece que estou a sentir aquele cheirinho a café moido na hora ,bastava entrar na rua junto ao Joaquim Vital para sentir o cheiro do café